segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Oiii, estou aqui para informar que estarei reativando o meu blog. Não só colocarei meus textos, mas também terá várias coisas novas que ajudará ao blog ser beeem mais interessante. Só irei adiantar que eu terei duas colunista que é a Nívea Lima e a Thalyta Sousa . Cada uma com um tema específico. Bom, irei começar a postar à partir de amanhã. Só tenho que pedi desculpa por ter deixado algumas coisas atrapalhar o meu blog, afinal em muitas vezes os comentários que me ajudavam. Bom, espero que vocês gostem.
bjs pra vocês !

@k_sthefany
Email pra contato: feitadesonhoseesperancas@gmail.com

sexta-feira, 15 de julho de 2011






Sabe o que mais dói? E saber que não faria nenhuma diferença se eu saísse da vida de algumas pessoas.

(Texto retirado de uma comunidade do orkut)
-
Estou ficando sem postar aqui, pois  estou passando uma fase muito ruim. Beijinhos :*

quinta-feira, 7 de julho de 2011



O vento passa por mim, e me lembra que o tempo vai junto à ele, mas mesmo o tempo passando as minhas lágrimas ficam, não sei qual é motivo delas não quererem me deixar. Enquanto eu tento escrever meus sentimentos em um papel as lágrimas rolam, me lembra o quando eu errei, eu sinto que não sou mais a mesma, sou mais forte e mais frágil ao mesmo tempo, aprendi a esperar e vê o tempo em que teve falar, me expressar. Tenho momentos tão especiais comigo mesma que deles não abro mão, são eles que me fazem refletir o que devo fazer, como devo agir. Acho que o mundo de uma garota é assim mesmo, totalmente difícil de se descrever, mas muito fácil de se sentir.



Karolayne Esthefany

sexta-feira, 24 de junho de 2011


"Parei, olhei para a tela do meu computador e não conseguia olhar para mais nada além de você falando que eu estava linda, ou falando que me amava. Acho que você nem imagina o quanto eu goste de você, mas para falar a verdade, eu acho que você sabe, e você sente alguma coisa por mim. Quando chega a noite, meu travesseiro viaja junto comigo, quer dizer, viaja junto à nos dois, fico sonhando acordada, um sonho que eu queria que acontecesse, só que te dizer que quero tanto você, lhe desejo tanto. Mas uma coisa eu quero, não vou me apegar tanto, pois tenho medo de me iludir de pois sofrer, não quero mais sofrer, só quero cada vez mais você. Essas minha palavras podem até transmitir que eu gosto demais de você, mas eu não sei você é uma paixão, ou até mesmo atração. Tenho medo, tenho muito medo de sofrer, vejo pelas meninas que estão sofrendo por amor, não quero isso para mim, só quero você para mim."

quinta-feira, 23 de junho de 2011



14 anos, mas um ano de vida, mas uma primavera, mas um inverno que chegar. Sim, eu nasci no inverno, mas não considero que dentro de mim eu tenho um inverno e sim uma primavera bem florida. Hoje eu parei e pensei, oque significa mais um aniversário ? Para me é mais maturidade, mas tempo de vida, mas experiência, mas responsabilidades, ou seja, mas de tudo nesta vida. Não tenho muito coisa para desejar, só mais felicidades, saúde, sucesso, mais sabedoria. Só quero tudo que uma pessoa de bem quer. Quero crescer, quero amadurecer, que viver. Mas, para muito sou ainda uma menina ingenua, mas neste pouco tempo de vida, aprendi muita coisa, viver várias alegrias, vários momentos que ficaram para sempre na minha memória. Mas também vivi momentos de decepções, perdas irreparáveis (meu tio por exemplos, saudades eternas dele). Conheci pessoas tão especial que me tornei uma pessoa melhor ao me espelhar nelas. Não tenho muito coisa que reclamar, tenho amigos, tenho uma família maravilhosa e o melhor o Deus que cuida de mim.



Espero fazer muitos post's e aniversário ainda.
(e desculpa pela demora, o meu aniversário foi dia 21)

sábado, 4 de junho de 2011



 "O mundo quer me ver cada vez mais humilhada, triste e solitária, por mais que eu tente ser forte não consigo me segurar, fico tão frágil quanto uma pétala solta ao ar, só consigo chorar e me insolar cada vez mais. Só faço esconder o meu choro, com um sorriso tão falso, que às vezes eu acredito nele, mas esse sorriso não passa de uma falsidade, e assim a minha vida segue como um ciclo, ou até mesmo uma roda gigante que quando eu chego no ponto mais alto, uma força vem e me coloca para baixo outra vez. "

domingo, 22 de maio de 2011


O amor não acaba. O amor apenas sai do centro das nossas atenções. O tempo desenvolve nossas defesas, nos oferece outras possibilidades e a gente avança porque é da natureza humana avançar. Não é o sentimento que se esgota, somos nós que ficamos esgotados de sofrer, ou esgotados de esperar, ou esgotados da mesmice. Paixão termina, amor não. Amor é aquilo que a gente deixa ocupar todos os nossos
espaços, enquanto for bem-vindo, e que transferimos para o quartinho dos fundos quando não funciona mais, mas que nunca expulsamos definitivamente de casa.

Por: Caroline Gomes